Estimar recursos para atividades

Observa-se que existem situações que geram dúvidas sobre o processo de estimar recursos para atividades em projetos. Estas, geralmente, podem ser esclarecidas com a utilização dos conceitos clássicos dos livros de Gestão de Projetos, mas existem dicas práticas que podem ajudar ainda mais no sucesso das suas estimativas de recursos.

Algumas dicas importantes para ser assertivo ao Estimar Recursos em Projetos:

  1. Entenda o que são recursos

Observar que “recursos” não são somente Recursos Humanos, mas sim todos os tipos de recursos necessários para a execução de uma determinada atividade. Por exemplo:

  • Recursos financeiros: Deve-se identificar os custos diretos e indiretos da atividade, certificar-se que estão disponíveis, que são realistas e suficientes para a realização da atividade, ou ainda melhor, se é possível economizar ao máximo estes recursos.

  • Recursos tecnológicos: Identificar quais recursos tecnológicos são necessários para a execução da atividade. Verificar se a mesma necessita de um computador, de infraestrutura, de espaço em servidor, se vai afetar a segurança da informação, o que pode demandar de acessos diferenciados, instâncias em servidores etc.

  • Recursos de materiais: Prever e providenciar os materiais necessários para a execução das atividades. Por exemplo, pensar em treinamentos que necessitam apostilas, muitas vezes aprovadas pelo Marketing da organização, impressão externa, capas e encadernação.

  1. Otimize tempo

Procure ganhar tempo no planejamento. Quando o Gerente de Projetos tratar os processos de tempo, pode aplicar habilidades de otimização do trabalho, buscando de uma vez só definir as atividades, sequenciar as atividades e estimar recursos, pois é um trabalho que deve ser feito atividade por atividade, obrigatoriamente.

   Percepções de melhores práticas em Gerenciamento de Projetos devem ser compartilhadas para que o maior número possível de profissionais estejam habilitados a utilizá-las, fugindo um pouco da teoria e partindo objetivamente para a utilização prática. Tendo consolidado este conhecimento, a aplicação tende a ser tão facilitada que nem mesmo percebe-se que existe toda a teoria.

Bons projetos!

Obrigado!

Go On!

Comentários (5)

Deixe um Comentário